fbpx
preloder
My-Post-Copy-3-copy
My Post Copy 3 copy 2

VOU CONTAR DOIS SEGREDOS QUE NÃO DEVIA…

Dan Monteiro
Digital Martketing Specialist


daniel@tgs-marketing.pt

Há alguns anos (muitos!), um dos meus mestres na fotografia, perguntou-me qual era, na minha opinião,” a melhor câmera fotográfica do mundo”.

Eu respondi prontamente a marca e modelo que era, na altura, a câmera dos meus sonhos. “Errado!” respondeu-me ele. “A melhor câmera do mundo é sempre aquela que está nas tuas mãos no momento” Obrigado mestre, esse conceito mudou a minha vida fotográfica para sempre.

Atalhando duas décadas para a frente desde que recebi esse ensinamento, a verdade é que todos nós passámos a andar sempre “com a melhor câmera do mundo”. Aquela que está sempre connosco. O smartphone!

Não interessa a marca, o modelo, a resolução, a fama que tem. Interessa que têm uma câmera e está connosco. É claro que, se for um bom smartphone com boas especificações a nível de captura de imagem, tanto melhor. Mas pense nisto: De que vale o melhor smartphone do mundo, sem um momento fantástico para captar?

É exactamente neste campo (o momento fantástico) que vou revelar dois segredos! Porque, afinal, não se trata do quão fantástico é o equipamento mas sim, quão fantástico é o momento!

Quem gosta de fotografia sabe que é muito difícil “congelar” aquele momento exacto! Sobretudo quando existe muito movimento. Por vezes, é necessário repetir vezes sem conta. Outras vezes, quando apenas se está a registar uma ocasião, perdemos o momento exato na altura do “disparo”.

Está então na altura de revelar a primeira inconfidência! Não devia, mas aqui vai!

Há umas semanas fui surpreendido num dos meus workshops (Conteúdos Like a Boss – Clique para saber mais) por um dos profissionais que mais admiro no mundo da comunicação e entretenimento. Além de um dos melhores e mais conceituados DJ’s do país, com cerca de 25 anos de carreira no mundo da TV e Rádio. Pantaleão, aka DJ THE FOX. Foi uma enorme surpresa para mim! E revela que a humildade de querer aprender sempre mais, mesmo com uma grande carreira, nos torna intemporais. É uma sensação fantástica quando, por puro acaso, uma das pessoas que te inspirou em determinados pontos da tua vida pessoal e profissional se cruza na “tua sala de formação”. Mas fui eu quem acabou por aprender! Era inevitável!

Apesar do The Fox ser mestre na produção de música electrónica (aconselho vivamente os seus cursos na Kontrol Studios, foi ele que, num intervalo me perguntou: “Dan, sabes como podes tirar fotos brutais num clube nocturno ou num concerto e apanhar sempre aquele momento top?!?

Eu respondi com algumas técnicas fotográficas menos simples de executar num smartphone. Mas não. Aprendi uma dica nova!

O segundo (e último) segredo que vou contar hoje.

Fotografar sem fotografar!

OK, chega de mistérios. Já estou a irritar com o suspense não é? É o costume!

Em situações complexas em que “1 click” tem uma elevada probabilidade de não ser o momento certo, para fotografar esse momento, devemos…

…FILMAR!

Raio, como é que nunca tinha pensado nisso!

Estas duas fotos não estão (de todo!) tecnicamente perfeitas. Poderiam estar mais definidas, cheias de detalhe. Verdade! Mas, dificilmente, conseguiríamos ter num espaço de segundos, fotos bem registadas em termos de “momento”.

O segredo é este: FILMAR em vez de fotografar! E depois, retirar as “fotos” (frames) certos desse vídeo!

Gravei a captura das fotos acima, para vos mostrar como fiz:

Ou seja, não sendo possível fotografar e obter resultados perfeitos, é possível não deixar fugir o momento, mesmo que do ponto de vista técnico da “fotografia” final, nem tudo esteja bem.

E é muito mais fácil do que parece! Basta filmarmos (quanto mais alta a resolução melhor!) e utilizar uma das muitas apps disponíveis para o efeito! (umas grátis, outras nem por isso)

Existem imensas apps que fazem esta função, quer seja para Android ou iOS. É uma questão de irem testando e verificarem qual delas vos dá os melhores resultados e facilidade de utilização!

Resumindo:

Se puder fotografar o momento perfeito de forma perfeita, faça-o! Mas se não for possível (especialmente para quem não é profissional da fotografia) e se quer congelar momentos fantásticos para recordar, em vez de fotografar, filme em alta definição! 

Lá está: Fotografar sem fotografar!

Até já 🙂

Dan

COMENTÁRIOS

MAIS ARTIGOS